quinta-feira, 19 de janeiro de 2012 Pôla Pinto

48 ANOS DE VIDA E 28 ANOS DE LUTA DE RAIMUNDO DO SINDICATO
EM DEFESA DAS CAUSAS SOCIAIS
Raimundo Canuto de Brito (Raimundo do Sindicato, Raimundo de Janduís e Raimundo de Chicão), agricultor familiar, sindicalista, cooperativista e parlamentar do PT de Janduís, nascido em 19 janeiro de 1964, na comunidade de Permissão, zona rural de Janduís, filho de Francisco de Sena Brito (Chicão) e Doralice Gonçalves da Costa, dois legítimos agricultores familiares, que conseguiram passar logo cedo para este agricultor o verdadeiro valor do campo e da vida.

Ainda jovem no ano de 1983, iniciou sua luta atuando na pastoral da juventude do meio popular, fundando o grupo de jovens da comunidade de Permissão e na mesma época participou do PMDB jovem, chegando em 1988 a ingressar no movimento sindical de Janduís, se elegendo presidente do STR e neste mesmo ano se tornando um dos fundadores do PT de Janduís.

Pela sua atuação destacado no movimento sindical na região oeste, chegou a ser diretor estadual da FETARN por dois mandatos, diretor executivo da CUT-RN e diretor da FETRAF-RN também por dois mandatos e ainda como dirigente sindical contribuiu decisivamente para fundação da ASA Brasil e da ASA Potiguar, tendo atuando neste espaço até os dias atuais.

Defensor que é da agricultura familiar entendeu que se fazia necessário o trabalho de assessoria técnica para o campo, tendo então orientado e se esforçado para que em Janduís fosse fundado o Centro Padre Pedro Neefs no ano de 2005, que mais em seguida por sua participação esta entidade se torna membro da Rede Pardal de assessoria técnica do RN.
No movimento cooperativista em 2006 fundou ao lado de outros companheiros (as) a CREDIOESTE-SOL, se tornando o seu primeiro vice-presidente e atual presidente.

Em 2008 disputou pela primeira vez uma vaga para o parlamento de Janduís, através de seu partido o PT, tendo sido eleito como o vereador mais votado da história do município. Sempre teve o desafio de ter o seu nome à disposição da luta, tendo sido ainda membro do Diretório Estadual do PT e presidente do PT de Janduís por vários mandatos.

Mesmo não sendo pelos meios eclesiásticos, é considerado pelo povo das comunidades verdadeiro padre da igreja católica da Diocese de Santa Luzia, aprendizado que iniciou no período de 1986 a 1996, quando da sua participação na Comissão Diocesana de Comunidades Eclesiais de Base - CEBs e dos estudos bíblicos através do Centro Ecumênico de Estudos Bíblicos - CEBI.

Ao lado de homens como seu pai Francisco de Sena Brito (Chicão), Sebastião Almeida Gurgel e Ronaldo Valença, Raimundo do Sindicato aprendeu a viver uma vida simples e a serviço do povo e ao lado de mulheres como as irmãos Clara e Janine (Governador Dix-sept Rosado) e da enfermeira janduiense Ceição Gurgel, aprendeu a se tornar um dos grandes seres humanos que temos em nosso meio. Raimundo Canuto tem no mestre Padre Pedro Neefs o seu maior orientador espiritual, cultural e político, um verdadeiro santo.

Raimundo do Sindicato tem se destacado ao longo dos seus 28 anos de luta no sindicalismo e cooperativismos, pela suas posições firmes e decisivas em favor das lutas e das causas sociais, entre estas: Reforma agrária que fixe e der condições ao homem do campo; Sindicalismo combativo; Associativismo e Cooperativismo; Políticas de crédito que contribua com a economia popular e solidária; Educação contextualizada; Políticas habitacionais; Saúde de qualidade para o trabalhador (a); Uma agricultura familiar de base agroecologica e um Semi-árido onde possa se viver dignamente.

Este homem chamado Raimundo Canuto, nome inclusive de santo, tem levado uma vida simples que procura dividir com sua companheira Antonia Expedita Freitas, suas filhas e filho Renata, Siria e Rodolfo, bem como com suas irmães e irmão, sobrinhos e sobrinhas e o povo de Janduís, região e do estado que tanto o querem bem.

É por tudo isto e muito mais que os seus companheiros (as) reconhecem neste grande homem uma verdadeira referência para os caminhos atuais das lutas em Janduís, Médio e Alto Oeste e do nosso estado e ter Raimundo Canuto (Raimundo do sindicato) em nosso meio é um privilégio que ainda temos nos dias em que vivemos.

“E que venham os próximos anos avançando, pois sabemos que, em Janduís, pessoas como ele têm futuro”.

Salve Raimundo do Sindicato! Parabéns pelos seus 48 anos!


Deixe seu comentário

Tecnologia do Blogger.
Design desenvolvido por Railton Rocha | 84 9667-0229.